quarta-feira, 28 de maio de 2014

SAÚDE

É cada história...
Vida de corredor é cheia de vida.
Já dizia Emil Zatopek: "Se você quiser vencer algo, corra os 100 metros. Se quiser experimentar uma nova vida, corra a maratona".
As histórias que um maratonista tem para contar certamente viram livro. É cada coisa...
O que dizer de um ultramaratonista, então?
Pois é, falando de ultramaratonista, depois da Maratona de Porto Alegre no último dia 18, enquanto aguardavam no aeroporto Afonso Pena, os corredores itarareenses acabaram encontrando muitos atletas que também circulavam por ali. O time do Fluminense, que foi até o Sul para enfrentar o Grêmio, chegou para a viagem de volta para o Rio de Janeiro. Era um tal de tirar foto com o Fred, com o Valter, e demais jogadores, que os caras já não viam a hora de sossegar no avião. E não é que a delegação do Flu ficou hospedada no mesmo hotel que nossa equipe lá em PoA? Mas essa fica para uma outra história. O fato é que os comentaristas da Rede Globo e Band também deram as caras por lá, e foi só tietagem.
Mas não eram só os boleiros no saguão. Os magrinhos corredores também já se espichavam nos bancos, procurando descansar as canelas depois de muito esforço nos 42 km. Mas dentre todos os que vestiam agasalhos e tênis coloridos, um acabou chamando a atenção de todos. Um senhor carregando um enorme e lindo troféu, falando pelos cotovelos. Elétrico, gentilmente contava para todos sua façanha naquele final de semana. Havia corrido 144 km numa ultramaratona de 24 horas! E sagrou-se campeão na sua categoria por faixa etária: 70 a 74 anos. Sim, isso mesmo, o homem tinha mais de 70 anos, e correu mais de 144 km em 24 horas! Tá bom ou quer mais?
Contou que é aposentado e já tem mais de 800 provas no currículo. E por todo o Brasil. Aí o pessoal que se aglomerava para ouvir o campeão cismou: Como é que ele paga todas as despesas para participar de tantas provas assim, ainda mais que as inscrições hoje em dia custam os olhos da cara?
E perguntaram para ele. Resposta: _Tenho patrocínio das farmácias.
Farmácias? que farmácias, retrucaram os ouvintes.
E ele: _ Sim, uso o dinheiro das farmácias. O dinheiro que eu não uso para comprar remédio, como os outros amigos da minha idade, eu gasto na corrida.

domingo, 25 de maio de 2014

CHUVA? FRIO?

Nem a chuva e o frio seguram nossos atletas.
Acordar cedo num domingo de fim de maio, com a chuva e a temperatura convidando para mais um dia de preguiça debaixo dos cobertores, não é para qualquer um.
É só para os privilegiados.
Poder sair da cama, olhar o tempo "feio" lá fora, tomar um café quentinho, e escolher sair na chuva para correr numa pista de asfalto, sentindo os pingos da chuva batendo nos olhos, o frio invadindo por dentro dos agasalhos, a água espirrada dos carros e caminhões vindo direto no rosto, e seguir adiante, cumprindo aquilo que foi combinado, é um privilégio.
Maior ainda quando compartilhado com pessoas que estão ali ao seu lado sem desanimar, olhando pra frente e sonhando com novas conquistas.
Muito bom!


segunda-feira, 19 de maio de 2014

ITARARÉ NA 31ª MARATONA INTERNACIONAL DE PORTO ALEGRE

Na manhã fria de ontem, domingo, 18 de maio, com a participação de milhares de corredores de todo o país e também de fortes atletas estrangeiros, foi realizada na capital gaúcha a 31ª edição da Maratona Internacional de Porto Alegre.
A tradicional prova de 42,195 km é reconhecida pelos atletas e técnicos como a melhor maratona brasileira devido ao clima frio e pela altimetria favorável, com poucas subidas e descidas, o que ajuda na obtenção de boas marcas.
Mas o fato de ser boa para marcas e também pela ótima premiação em dinheiro, faz com que a prova reúna os atletas mais rápidos e bem treinados nas longas distâncias, acirrando as disputas tanto no geral quanto nas faixas etárias. O pessoal vai para POA com as "facas entre os dentes", com "sangue nos olhos".
E na elite masculina quem se deu melhor foi um brasileiro. O pernambucano Ubiratan  José dos Santos foi o campeão, com o tempo de 2h16min22seg. A prova feminina foi vencida pela queniana Jacklyne Rionoripo, que concluiu em 2h34min26seg. Os dois campeões foram premiados com troféus e com R$12.000,00 cada um.
Além da competição individual, o evento reuniu também atletas nas provas de revezamento. Em duplas, quartetos ou octetos os corredores completaram a distância oficial da maratona, que é de 42,195 km. Houve também uma corrida rústica de 10 km e uma competição para as crianças, chamada de maratoninha.
Reportagem sobre a prova no telejornal Bom Dia Rio Grande, da Rede Globo do Rio Grande do Sul, da manhã desta segunda-feira mostra como foi a Maratona. E teve entrevista com nossa equipe!
Confiram no link:


A Equipe 28 de Agosto representou Itararé na prova contando com cinco corredores. Fernando Cesar Antunes de Camargo, Flávio de Lima e Guilherme Marques Gorski correram a prova individual dos 42 km, e Emanuel Barbosa de Lima e Gabriela Martins Gorski revezaram, cada um correndo 21,097 km. Além deles também estiveram em Porto Alegre Rosa Gorski e Karen Pelissari, que atuaram no apoio aos nossos atletas.
Correr distâncias longas, como maratona e meia maratona exige dos atletas uma preparação específica, planejamento e bastante dedicação aos treinamentos. Nossos representantes encararam o desafio e treinaram com afinco durante o primeiro semestre deste ano. Sob sol ou debaixo de chuva, com calor ou enfrentando os ventos frios da estrada de terra de Itararé para Bom Sucesso de Itararé, as horas de esforço foram recompensadas com os ótimos tempos na prova pelas belíssimas medalhas conquistadas em Porto Alegre.



Os tempos de nossos atletas na competição:


Gabriela Martins Gorski - Meia Maratona - 1h52min28seg - Ritmo de 5min20seg por km;
Emanuel Barbosa de Lima - Meia Maratona - 1h54min33seg - Ritmo de 5min26seg por km;
Flávio de Lima - Maratona - 4h01min02seg - Ritmo de 5min44seg por km;
Fernando Cesar Antunes de Camargo - Maratona - 4h05min25seg - Ritmo de 5min50seg por km;
Guilherme Marques Gorski - Maratona - 3h27min57seg - Ritmo de 4min57seg por km.

sexta-feira, 16 de maio de 2014

MAS BAH, TCHÊ !

Deu pra ti, baixo astral,
Fui pra Porto Alegre, tchau!
Nossos maratonistas já estão na terra do chimarrão  e do churrasco!
Chegaram na capital gaucha e foram direto na retirada do Kit de prova.
A 31ª Maratona Internacional de Porto Alegre que será realizada na manhã do próximo domingo, 18 de maio, deverá contar com aproximadamente 6 mil atletas percorrendo a distância de 42,195 km, solo ou em revezamento de dois, quatro ou oito corredores. Muitos maratonistas de todo o Brasil e também dos países vizinhos procuram a tradicional prova gaucha por causa do percurso favorável e do clima ameno, o que possibilita boas marcas.
Os atletas de elite também já estão chegando e prometem muita disputa pelos primeiros lugares pois a corrida premia os campeões nas provas masculina e feminina com o valor de R$12.000,00 e caso sejam quebrados os recordes de maratonas brasileiras o prêmio pode dobrar.
Então agora é conhecer um pouco da cidade, desfrutar da cultura, culinária  e tradições do Sul e descansar para o grande desafio de domingo.
Mas bah, tchê! Que seja um domingão trilegal!


domingo, 11 de maio de 2014

FELIZ DIA DAS MÃES !

Mais um bom treino neste domingo.
A manhã fria não intimidou nossos atletas, que se reuniram em frente ao Centro Esportivo Lauro Loureiro de Melo para mais um treininho. Uns fizeram sete, dez, outros doze, dezesseis, vinte, e, vinte e quatro quilômetros!
Mas todos estavam apressados, querendo terminar logo para abraçar suas mães, esposas, e até as filhas, por este Dia das Mães.
E, pensando bem, nossas mães talvez tenham sido nossas primeiras treinadoras.
Quantos tiros não demos quando elas vinham bravas com alguma travessura que aprontávamos?
Não por acaso na música "Mamãe" Agnaldo Timóteo cantava:
Mamãe, mamãe, mamãe,
Eu te lembro chinelo na mão...
Elas também sabiam que treino tinha hora para acabar.
Apareciam no portão e gritavam nosso nome.
Pronto, fim de treino!
Era hora de ir para o banho.
Então, mamães, brincadeiras à parte, hoje nossa vida de corredores tem muito dos seus ensinamentos.
Perseveramos, somos disciplinados, graças ao amor com que vocês nos educaram.
Muito obrigado!

sexta-feira, 9 de maio de 2014

MARATONA

A história da maratona começa no ano de 490 a.C. quando os gregos derrotaram os persas numa terrível batalha travada na planície de Maratona. Milcíades, general grego, determinou que seu melhor soldado, um certo Pheidippides, voltasse à cidade com a informação do triunfo. Vigoroso, Pheidippides decidiu fazer o percurso inteirinho na corrida. e Maratona distava aproximadamente 40 quilômetros de Atenas. Pheidippides cumpriu sua missão, mas, logo depois de noticiar a vitória dos gregos, morreu.
Como uma homenagem a Pheidippides, nos primeiros Jogos Olímpicos da era moderna, em Atenas, 1896, a maratona foi, pela primeira vez, introduzida como competição, tomando-se o cuidado de, dois anos antes dos jogos, testarem alguns atletas na enorme distância de 40 km, pois ninguém desejava a possibilidade de um morto campeão olímpico.
Devidamente testados os atletas, em 10 de abril de 1896, foi disputada a primeira maratona dos Jogos Olímpicos, que teve como vencedor o grego Spyridon Louis, com o tempo de 3h06'03".
A mítica prova, que no seu início tinha 40 quilômetros, teve sua distância alterada por um fato bem pitoresco. Em 1908, quando os Jogos Olímpicos foram disputados em Londres, para que a família real pudesse assistir à largada da prova, o percurso teve acrescidos mais 2.195 metros, iniciando na frente do Castelo de Windsor e terminando no Estádio White City, ficando com a distância que se respeita até hoje: 42,195 km!
A maratona masculina é a prova que encerra o programa de atletismo dos Jogos Olímpicos, e ao longo de toda sua história criou mitos e heróis, como o brasileiro Vanderlei Cordeiro de Lima, que liderava a maratona olímpica de Atenas, em 2004, e foi agarrado por um fanático religioso irlandês. Vanderlei, ajudado por espectadores, conseguiu se desvencilhar e reunir forças para seguir adiante, perdendo a liderança da prova, mas chegando em terceiro lugar e conseguindo a sonhada medalha olímpica. Por ter demonstrado espírito olímpico Vanderlei foi condecorado pelo Comitê Olímpico Internacional com a medalha "Barão de Coubertin", o que o torna um "Herói Olímpico".
Vanderlei Cordeiro detém o melhor tempo numa maratona realizada no Brasil, com as 2h11'19" conseguido na Maratona Internacional de São Paulo, em 2002. O melhor tempo na distância de 42,195 km pertence ao mineiro Ronaldo da Costa, obtido em Berlim 1.998: 2h06'05", que na época foi o recorde mundial.
Hoje os atletas de elite pulverizam as marcas com resultados surpreendentes. O queniano Wilson Kipsang  é o detentor do recorde masculino, com o tempo de 2h03'23", conseguido na Maratona de Berlim, em setembro de 2013. No feminino a britânica Paula Radcliffe é a recordista mundial, com 2h15'25", tempo obtido na Maratona de Londres, em abril de 2.003.
Mas mesmo com a obtenção dessas impressionantes marcas, a maratona continua sendo um grande desafio. É uma prova extremamente desgastante, e que só deve ser feita por quem tem experiência em corridas e treina especificamente para suportar correr durante três ou quatro horas com a sensação dos músculos endurecidos, câimbras, a temperatura corporal elevada e todos os esforços do organismo para controlar esse desequilíbrio, a desidratação, e aquele pensamento atormentando: "O que estou fazendo aqui?"
Quem já teve a oportunidade de assistir ao vivo a chegada dos atletas numa maratona  sabe bem o quanto essa prova é difícil. Geralmente o tempo limite de conclusão nas maratonas brasileiras é de 6 horas, e tem gente que chega quase se arrastando para completar a distância antes desse tempo.
Aqueles que não tiveram essa oportunidade, com certeza vão lembrar da atleta Gabriela Anderson, da Suíça, nas Olimpíadas de Los Angeles, em 1.994, naquela chegada cambaleante, trançando as pernas, caindo, levantando e seguindo em frente até a linha final. É o espírito de Pheidippides!
Bom, tudo isso para contar que a Equipe 28 de Agosto também encara esse desafio.
No dia 18 de maio será realizada a 31ª Maratona Internacional de Porto Alegre e teremos representantes na competição. Os atletas Flávio de Lima, Fernando Cesar Colturato, Guilherme Marques Gorski, Emanuel Barbosa de Lima, e Gabriela Martins Gorski treinaram duro neste primeiro semestre e estarão na linha de largada de mais essa prova. Flávio, Fernando e Guilherme estão inscritos nos 42,195 km, e Emanuel e Gabriela farão a prova de revezamento.
Vamos torcer pelos nossos representantes!

terça-feira, 6 de maio de 2014

ITARARÉ EM DESTAQUE - ITABERÁ - ARAPOTI - CURITIBA

A última semana foi corrida para a Equipe 28 de Agosto.
ITABERÁ
A correria começou no sábado, dia 26 de abril, quando da realização da tradicional Corrida Pedestre de Itaberá, em comemoração aos 123 anos da cidade vizinha.
Nossos atletas voaram baixo na prova de 4,6 km conseguindo medalhas e premiação em dinheiro.
A Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Esporte e Turismo da Prefeitura Municipal divulgou em seu blog matéria sobre a prova:
ARAPOTI
No feriado de primeiro de maio continuou a correria com a participação no 1º Desafio de Rua Capal, evento que reuniu centenas de atletas para provas pedestres de 5 e 10 km e também uma caminhada e uma pedalada de 3 km.
Nossos atletas desempenharam muito bem, conseguindo mais uma vez pódios, sendo premiados com medalhas e quantias em dinheiro.
Fotos no link:
Resultados em:
CURITIBA
A correria chegou até Curitiba, no domingo, 04 de maio, onde os nossos fundistas participaram da Meia Maratona Ecológica de Curitiba. A competição reuniu 5 mil atletas dispostos a faturar os pódios nas provas de 5, 10 e 21,097 km.
Os tempos dos atletas mostram que todos estão bem condicionados:
5 km
Carolina Veiga - 33'38"
Francine Ferreira - 33'44"
Cláudia de Lima - 35'22"
Rosa Cristina M. Gorski - 37'14"
Maria Eunice Camargo Tupá - 37'14"
Giovana Cristina Gusmão Oliveira - 45'04"
10 km
Wellington Raniery Painço Pinheiro - 50'17"
Mariana Malheiros - 59'59"
Dóris de Almeida Jorge Ducatti - 1:00'00"
21,097 km
Guilherme Marques Gorski - 1:34'46"
Maurílio Martins Oliveira - 1:45'11"
Flávio de Lima - 1:46'19"
Gabriela Martins Gorski - 1:55'02"
Rodrigo Franco Pereira - 1:57'14"
Jonas Célio Camargo Tupá - 1:59'02"
Os resultados podem ser acessados em:

domingo, 4 de maio de 2014

ITARARÉ NA MEIA MARATONA ECOLÓGICA DE CURITIBA

Neste  domingo, 04 de maio, com largada e chegada na Praça Nossa Senhora de Salete, Centro Cívico, contando com a participação de aproximadamente 5.000 atletas, foi realizada a Meia Maratona Ecológica de Curitiba, evento que reuniu três provas pedestres, de 5, 10, e 21,097 km.
Os percursos das três provas foram bem difíceis, com subidas e descidas fortes, mas como a temperatura no período da manhã estava amena, os atletas conseguiram vencer bem o extenuante desafio.
A Equipe 28 de Agosto participou do evento com 18 atletas e novamente conseguiu destacar nossa cidade. Com pódio mais uma vez, e  tendo os nossos corredores melhorado seus tempos na meia maratona, nossa equipe foi diversas vezes enaltecida pela organização do evento, que a todo momento citava o nome de Itararé como exemplo para as demais equipes. E nos lançaram um desafio: ter o dobro do nome de nossa equipe (28) na edição do ano que vem. Ou seja, em 2015 teremos de levar 56 corredores na prova. Será que conseguimos?

Correram em Curitiba os atletas Rosa Cristina Martins Gorski e Carolina Veiga, Maria Eunice Camargo Tupá, Francine Ferreira, Giovana Cristina G. Oliveira., e Cláudia de Lima, nos 5 km. Na prova de 10 km correram os atletas Mariana Malheiros, Dóris de Almeida Jorge Ducatti, e Wellington Raniery Painço Pinheiro. Enfrentaram o desafio de correr os 21,097 km os atletas Gabriela Martins Gorski, Maurílio Martins Oliveira, Jonas Célio Camargo Tupá, Flávio de Lima, Rodrigo Franco Pereira, e Guilherme Marques Gorski.
A atleta Gabriela Martins Gorski venceu todas as suas adversárias na prova de 21,097 km e sagrou-se campeã na categoria 20 a 24 anos, levando mais uma vez Itararé no pódio, recebendo um lindo troféu.
E quem nasce em Itararé o que é?
É Campeão!
Sempre!

sábado, 3 de maio de 2014

RETIRADA DO KIT DA MEIA MARATONA DE CURITIBA

Está chegando a hora!
Hoje nossos atletas madrugaram para a viagem até a capital paranaense.
Chegaram em Curitiba e foram direto na retirada do kit de corrida.
Agora falta pouco!
Boa prova a todos!

quinta-feira, 1 de maio de 2014

ITARARÉ NO PÓDIO EM ARAPOTI !

Na manhã nublada desta quinta-feira, feriado de primeiro de maio, foi realizada na cidade paranaense de Arapoti o 1º Desafio de Rua Capal.
O evento mexeu com a cidade e também com os atletas dos municípios vizinhos que lotaram as ruas de Arapoti para participar de uma das modalidades oferecidas aos atletas. Teve Corrida de 5 e 10 km, Caminhada e Pedalada de 3 km, enfim, foi uma verdadeira festa do esporte e da atividade física.
A Caminhada e a pedalada tiveram um caráter de participação, mas as provas de corrida de 5 e 10 km foram bem disputadas pelos atletas que se empenharam muito pela ótima premiação em dinheiro oferecida pela organização.
Corredores de vários lugares se alinharam sob o pórtico e ao sinal de largada saíram em disparada pelas ruas da cidade.
Os atletas da Equipe 28 de Agosto não poderiam ficar de fora dessa festa. Compareceram em bom número, mesmo com a manhã chuvosa em Itararé. E mais uma vez rechearam o pódio, conseguindo lindas medalhas e também premiação em dinheiro. Afinal, quem nasce em Itararé o que é?
É Campeão!
Representaram Itararé na competição:
Feminino 5 Km
Marina Morena Pereira Andrade - 2º lugar, Luciane Ap. Kravutschke - 3º Lugar, Patrícia Abdala Rodrigues - 4º Lugar, Teresa Cristina de Almeida Schroder - 8º lugar, Cláudia de Lima - 9º lugar, Carolina Veiga - 11º lugar, Jesiele Santos - 13º lugar, Mayara de Souza - 14º lugar, Eugênia Cristina Almeida - 15º lugar, Rosemary Cristina V. Pasinatto - 16º lugar, Rosa Cristina M. Gorski - 17º lugar, Izalmira de Azevedo Bueno - 19º lugar, Giovana Cristina G. Oliveira - 22º lugar - Também correu nos 5 km a atleta Dóris de Almeida Jorge Ducatti.
Feminino 5 km Sênior
Maria Eunice Camargo Tupá - 1º lugar
Feminino 10 km
Gabriela Martins Gorski - 3º lugar, Silvana Contieri Machado de Genaro - 4º lugar, Silmara Martins dos Santos - 5º lugar.
Masculino 5 km
Márcio José de Oliveira Plinta - 22º lugar
Masculino 5 km Sênior
Jair Machado - 1º lugar.
Masculino 10 km - Cooperado Capal
Airton Luiz Pasinatto - 8º lugar, Heron Conrado do Carmo Ferreira - 11º lugar.
Masculino 10 km Sênior
Zunir Pereira Andrade Filho - 2º lugar
Masculino 10 km
Guilherme Marques Gorski - 9º lugar, Fernando Cesar Antunes Camargo - 12º lugar, Maurílio Martins Oliveira - 16º lugar, Geazi Ferreira Prado Santos - 17º lugar, Jonas Célio Camargo Tupá - 20º lugar, Sandro de Genaro - 23º lugar.
Além dos atletas nas provas de corrida tivemos também representantes na caminhada.
Itararé foi bastante divulgada no evento e a equipe recebeu muitos elogios pela animação e pela conquista de vários pódios.